Arquivo para desigualdade

Malásia e Singapura

Depois de dias intensos e divertidíssimos no Vietnã, chegamos à Kuala Lumpur, capital da Malásia, e tomamos um choque ao encontrar novamente uma cidade cosmopolita, cheia de vida, prédios altos, trânsito e muito luxo. Estima-se que a população do país seja de mais de trinta milhões de pessoas, cuja maioria se divide entre malásios, chineses e indianos. A religião oficial reconhecida pelo estado é o islamismo, mas além da previsão legal que autoriza a prática de outras religiões, andando pelas ruas pudemos notar que todos parecem coexistir e tolerar as diferenças com bastante facilidade. A economia do país está em
Leia o texto completo

Categorias: Experiências e News.

Mianmar ou Birmânia

O país se chama Mianmar e antes usava o nome de Birmânia… É uma república presidencialista com uma democracia estranha, pois o governo atual foi o responsável pelo golpe militar. Não é permitido entrar em algumas partes do país, por motivos desconhecidos. A equanimidade de sua maioria budista aparentemente não vale para as diferenças entre etnias, já que o país tem sérios problemas com violações de direitos humanos até hoje. O turismo é minúsculo e inexplicavelmente caro… Acho que deu pra sentir um pouco do que aprendemos em Mianmar, mas o ponto mais importante é que o povo é muito
Leia o texto completo

Categorias: Experiências e News.

Tilonia, Índia

Nosso mês na Índia foi intenso por muitos motivos. Além da minha grande expectativa de conhecer, conseguimos passar por cidades com culturas bem diferentes. A primeira foi Auroville, que está no estado de Tamil Nadu no sudeste. Depois foi Dharamsala, no noroeste, onde fizemos nossos retiros. Essa é uma região com influência do budismo tibetano pela grande migração ocorrida após a descabida dominação do Tibete pelos chineses em 1950. Também estivemos duas vezes em Deli onde, na verdade, passamos o dia e deu pra sentir o calor humano da metrópole. Em seguida fomos à Tilonia, um vilarejo no estado do
Leia o texto completo

Categorias: Experiências e News.

Irã

O avião pousou e caminhamos até a imigração. Na minha vez, o policial pediu que eu cobrisse a cabeça com o xale que estava no meu pescoço e assim seria pelos próximos dias. Chegamos ao Irã. Nosso primeiro dia em Teerã, a capital do país, foi bastante desconfortável pra mim. Um frio absurdo e eu com a minha única roupa quente da viagem – um moletom verde água bastante discreto e todas as outras blusas por baixo. Andando pelas ruas eu parecia estar sendo julgada por algum crime que nem imaginava ter cometido. Os olhares de reprovação vinham de homens
Leia o texto completo

Categorias: Experiências e News.